Ácaros faciais: como se livrar deles e evitar problemas de pele - Fashion Trends
Beleza Pele Produtos de Beleza

Ácaros faciais: como se livrar deles e evitar problemas de pele

9 de agosto de 2023

Ácaros faciais

Ácaros faciais: Os ácaros são microorganismos que vivem simbioticamente em nosso rosto, mas quando o superpovoam, surgem alguns problemas de pele. 

Já falamos sobre o microbioma, formado por inúmeros organismos microscópicos que habitam todo o nosso corpo em uma relação simbiótica. Eles são bons para nossa saúde, pois são responsáveis por algumas respostas imunológicas contra o ataque de bactérias nocivas e podem até prevenir o aparecimento de algumas doenças.

Mas outros tipos de microorganismos também habitam nossa derme, como o Demodex (vulgarmente conhecido como ácaros faciais ) que podem causar vermelhidão, coceira e caroços. Os ácaros que encontramos na pele são Demodex folliculorum e Demodex b revis; fazem parte da microbiota da pele. Eles vivem dentro do folículo piloso e se alimentam principalmente de gordura e detritos celulares.

Que problemas os ácaros faciais podem causar na pele?

E, apesar de serem inofensivos a priori, podem se tornar um problema quando ficam superlotados e começam a se acumular em nosso rosto, principalmente na zona T, que é a área mais gorda. Isto porque no sebo encontram ‘muito alimento’ para crescer e se reproduzir. Porém, o uso prolongado de corticosteroides tópicos ou inibidores de calcineurina também pode promover um supercrescimento desses microrganismos.

A boa notícia é que eles geralmente demoram algumas semanas para morrer e são muito fáceis de remover sem sair de casa, desde que você não tenha nenhum outro problema de pele.

Como podemos eliminar os ácaros faciais?

Mantenha seu rosto limpo

Mais uma vez, a limpeza facial, tanto pela manhã quanto à noite, é uma etapa fundamental. Opte por um limpador facial com pH baixo e complemente com água micelar para remover vestígios de maquiagem. Se optar por uma fórmula mais agressiva, corre o risco de ressecar a pele, provocando a consequente superprodução de sebo, que é exatamente o que você estará tentando evitar.

Mas lavar (bem) a pele do rosto não é a única medida preventiva que se deve adotar. Também é importante que você se enxugue com uma toalha limpa depois, assim como trocar a fronha regularmente – os especialistas recomendam usar uma de seda, pois por ser um tecido não absorvente como o algodão, ajuda a evitar a proliferação de ácaros faciais e também evita o frizz do cabelo – para garantir que a pele facial repouse (com segurança) em um local limpo.

Você também pode considerar lavar a roupa de cama em um ciclo de alta temperatura para garantir que a máquina de lavar mate os ácaros que podem ter se fixado nos lençóis.

BIODERMA Sensibio H2o Solução Micelar

compre aqui

Effaclar Eau Micellaire, La Roche-Posay

compre aqui

Água Micelar L’Oréal Paris Solução de Limpeza 5 em 1

compre aqui

Cuidado cosmético anti-gordura

Após a limpeza, você deverá realizar uma rotina de beleza que mantenha o rosto hidratado, mas sem gordura. Faça esfoliação correta e use ingredientes reguladores de sebo, como ácido salicílico ou retinol. O primeiro é um dos ingredientes que melhor funciona contra a gordura, então neste caso também será seu aliado para combater o Demodex.

Assim como o óleo de tea tree, que é antibacteriano, antifúngico e antiinflamatório, ajudará a eliminar os possíveis ovos que os ácaros colocaram e, assim, controlar sua propagação.

Botik Ácido Mandélico + Salicílico

compre aqui

Sérum Anti-Idade Vichy Liftactiv Peptide-AHA

compre aqui

Preste atenção na área dos olhos

Ao limpar a pele do rosto, preste atenção especial à área dos olhos, tanto entre as sobrancelhas quanto entre os cílios. Como esses ácaros gostam de viver nos folículos pilosos, onde há maior acúmulo de sebo e células mortas da pele, esses também são alguns dos locais favoritos para se instalar. Além disso, nos cílios podem até causar queda e produzir uma sensação de olho seco ou blafarite (inflamação da borda livre dos cílios).

Condições como rosácea e demodicidose

Estudos mostram que pessoas com rosácea têm 15 a 18 vezes mais ácaros na pele do rosto. Isso se deve ao fato de que na rosácea muitas vezes há um supercrescimento de Demodex e, ao tratá-lo, deve-se levar em consideração eliminá-los e, assim, obter um melhor controle da condição.

Na rosácea (ou melhor, na acne rosácea, já que está dentro do mesmo espectro da acne), o sebo é menos espesso, mas mais irritante do que na acne normal, por isso costuma ser acompanhado de irritação, pápulas e pústulas.

Por isso, uma superpopulação de ácaros Demodex que causa rosácea ou demodicidose, deve ser tratada com tratamento médico acaricida, topicamente usamos formulações magistrais com um acaricida (ivermectina).




Você também vai gostar

Comente com o seu perfil do Facebook:

Sem Comentários

Comentários

TRAJE ESPORTE FINO FEMININO