Blefaroplastia: o que é, antes e depois, quanto custa e como fica a cirurgia das pálpebras - Fashion Trends
Beleza

Blefaroplastia: o que é, antes e depois, quanto custa e como fica a cirurgia das pálpebras

5 de fevereiro de 2024

Blefaroplastia

Blefaroplastia: Procedimentos, Benefícios, Tipos, Durabilidade, Resultados, Etapas Pré e Pós-Operatórias, Custos e Riscos.

Quer saber como é os detalhes da renomada intervenção estética nas pálpebras? Conforme dados da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS), a blefaroplastia figura como o procedimento mais feito no Brasil. Essencialmente, ela propõe solucionar questões estéticas ou funcionais relacionadas às pálpebras.

Considerando isso, apresento a você um panorama completo sobre a blefaroplastia: seu método, vantagens, quanto tempo dura, os resultados, pré e pós-operatórias, custos e potenciais riscos.

O que é blefaroplastia?

A blefaroplastia é uma intervenção cirúrgica que se destina a remover o excesso de pele na área ocular, abrangendo tanto a parte inferior quanto a superior.

Este procedimento abrangente visa eliminar o excesso de pele e depósitos de gordura, proporcionando ao paciente um rejuvenescimento na aparência e conferindo um olhar descansado e sereno. Uma das vantagens é que esse procedimento é indolor e rápido.

O que é blefaroplastia

Quais os benefícios da cirurgia nas pálpebras?

1. Solução da Ptose Palpebral

Trata-se de uma condição patológica resultante da descida da pálpebra superior em um ou ambos os olhos, podendo ter origem hereditária ou ser adquirida devido à exaustão extrema. Essa enfermidade pode provocar irritação nos olhos, dificuldade em fechar completamente a pálpebra, fadiga, dores de cabeça, obstrução da porção superior da visão e, frequentemente, visão dupla. A intervenção cirúrgica é capaz de resolver esses problemas.

Ptose Palpebral

2. Melhora o funcionamento do músculo elevador

Devido ao acúmulo de pele e gordura, ocorre um aumento de peso nas pálpebras, resultando em prejuízos à córnea e à qualidade da visão.

3. Campo visual

A blefaroplastia não apenas tem aspectos estéticos, mas também apresenta uma dimensão funcional. Ao optar por esse procedimento, é possível aprimorar significativamente o campo visual, eliminando o excesso de pele que prejudica a visão, resultando em uma melhoria substancial na capacidade de enxergar.

Quais são os tipos de blefaroplastia?

Agora que você está ciente dos benefícios, já se questionou acerca das diversas modalidades de blefaroplastia e como esse procedimento pode revitalizar o olhar, elevando a autoestima? Vamos te mostrar os três tipos principais: blefaroplastia superior, inferior e completa.

blefaroplastia superior

Superior

A blefaroplastia superior é um procedimento meticulosamente planejado para remover o excesso de pele e gordura na pálpebra superior. Esta técnica não apenas revitaliza o olhar, mas também pode aprimorar a visão, eliminando a flacidez que pode obstruir o campo visual.

Inferior

Se bolsas, olheiras e a sensação de cansaço estão prejudicando o brilho dos seus olhos, a blefaroplastia inferior surge como a solução ideal. Este procedimento tem como objetivo eliminar o excesso de pele e gordura na pálpebra inferior, resultando em um olhar mais radiante e descansado.

Completa

Para aqueles que almejam uma transformação completa, a blefaroplastia total é a solução. Esse procedimento engloba tanto a pálpebra superior quanto a inferior simultaneamente, proporcionando uma abordagem abrangente para revitalizar completamente o olhar.

blefaroplastia completa

Quantos anos dura o efeito da blefaroplastia?

Vamos ser diretos! Os resultados da blefaroplastia têm uma durabilidade estimada entre 10 a 15 anos, sendo influenciados por fatores como idade, estilo de vida, predisposição genética e os cuidados pós-operatórios do paciente.

Quantos anos dura o efeito da blefaroplastia

É crucial destacar que a intervenção plástica nas pálpebras não interrompe o processo natural de envelhecimento da pele. Portanto, é fundamental que o paciente mantenha hábitos saudáveis, como o uso de protetor solar, a hidratação da pele, a abstenção do tabagismo e do consumo de álcool, além de realizar consultas médicas regularmente.

Como fica o olho depois da blefaroplastia?

Após a intervenção plástica, os olhos ficam com uma aparência mais jovem, descansada e serena, eliminando o excesso de pele e gordura responsáveis pela flacidez, bolsas, olheiras e rugas. Quanto à cicatriz resultante da blefaroplastia, ela se torna praticamente imperceptível, posicionando-se na dobra natural da pálpebra ou ao longo da linha dos cílios.

Acima de tudo, os resultados da cirurgia plástica tornam-se visíveis aproximadamente seis meses após o procedimento, quando tanto o inchaço quanto a vermelhidão desaparecem por completo.

Como fica o olho depois da blefaroplastia

Para quem a blefaroplastia é indicada?

A blefaroplastia é uma escolha recomendada para pessoas que apresentam excesso de pele ou gordura nas pálpebras, resultando em flacidez, bolsas, olheiras, rugas e uma expressão cansada ou envelhecida. Além disso, conforme mencionado acima, ela pode ser uma solução para aqueles que lidam com ptose palpebral, caracterizada pela queda da pálpebra superior, podendo impactar tanto a visão quanto a autoestima.

A realização da blefaroplastia é possível a partir dos 18 anos, embora seja mais comum a partir dos 35 anos, quando os sinais de envelhecimento tornam-se mais evidentes. No entanto, é crucial salientar que a decisão pela cirurgia deve ser baseada em uma avaliação médica abrangente, considerando fatores como a saúde ocular e sistêmica do paciente.

É importante observar que essa intervenção plástica nas pálpebras não é apropriada para indivíduos com condições oculares, como glaucoma, catarata, conjuntivite, uveíte, ceratocone, entre outras. Além disso, pessoas com doenças sistêmicas, como diabetes, hipertensão, problemas cardíacos, coagulopatias, entre outras, devem estar cientes de que tais condições podem contraindicar a realização da cirurgia.

Como é o pré-operatório e o pós-operatório?

Saiba tudo sobre o pré-operatório e o pós-operatório da beflaroplastia:

Pré-operatório

Antes de submeter-se à blefaroplastia, é imprescindível passar por um processo abrangente de pré-operatório, que inclui uma minuciosa avaliação médica com exames clínicos, laboratoriais e oftalmológicos. Este procedimento visa avaliar as condições de saúde do paciente e compreender suas expectativas. Nessa fase, é crucial que o paciente forneça informações sobre o uso de medicamentos, alergias, histórico médico e hábitos de vida.

Além disso, é recomendável que o paciente interrompa o uso de anticoagulantes, anti-inflamatórios, aspirina, vitamina E e outros medicamentos que possam afetar a coagulação sanguínea, pelo menos 15 dias antes da cirurgia. Adicionalmente, aconselha-se evitar o tabagismo, consumo de álcool, exposição solar e aplicação de maquiagem na região ocular. O jejum de oito horas antes da cirurgia é necessário, e é recomendada a presença de um acompanhante ao comparecer ao hospital.

Pós-operatório

No período pós-operatório, alguns cuidados específicos são cruciais. Isso inclui a aplicação de compressas frias nos olhos, o uso de colírios e pomadas conforme a prescrição médica, além de dormir com a cabeça elevada. Além disso, é aconselhável evitar esforços físicos, exposição solar, calor, sauna, piscina, maquiagem e o uso de lentes de contato por, pelo menos, 15 dias após a cirurgia.

A remoção dos pontos geralmente é realizada entre cinco e sete dias após o procedimento, com o paciente podendo experimentar sintomas como dor, inchaço, vermelhidão, ardência, lacrimejamento e sensibilidade à luz nos primeiros dias. No entanto, esses desconfortos tendem a melhorar com o tempo e o uso de analgésicos e anti-inflamatórios.

Embora seja possível retornar às atividades normais após uma semana, é aconselhável evitar exercícios físicos intensos por aproximadamente um mês.

Veja também: Pálpebras caídas: como aplicar maquiagem para realçá-las?

Blefaroplastia antes e depois

O antes e depois da blefaroplastia ilustra a notável diferença que essa intervenção pode proporcionar à aparência e autoestima dos pacientes. Ao eliminar o excesso de pele e gordura das pálpebras, a cirurgia plástica promove um olhar mais jovem, descansado e sereno.

Além dos benefícios estéticos, a blefaroplastia também aborda questões funcionais, como a ptose palpebral, que pode impactar tanto a visão quanto a expressão facial. Os resultados dessa cirurgia podem ser apreciados por meio de fotos, vídeos ou depoimentos de pacientes que passaram pelo procedimento e ficaram satisfeitos com os resultados.

Blefaroplastia antes e depois

Quanto custa uma sessão de blefaroplastia?

O custo da cirurgia plástica nas pálpebras pode variar dependendo da localização, da clínica, do profissional médico, do tipo de anestesia, do método de blefaroplastia, da complexidade do caso e da necessidade de procedimentos adicionais. Em média, o preço da blefaroplastia no Brasil pode oscilar entre R$ 3.000,00 e R$ 15.000,00.

Vale destacar que o valor da blefaroplastia pode ser passível de dedução do imposto de renda, especialmente se o procedimento for considerado de natureza reparadora em vez de estética.

Quanto custa uma sessão de blefaroplastia

Quais os riscos de fazer blefaroplastia?

A excelente notícia é que esta cirurgia é segura, apresentando um baixo índice de complicações! No entanto, como em qualquer procedimento cirúrgico, existem sim alguns riscos, tais como: infecção, sangramento, formação de hematoma, reações alérgicas, cicatrização inadequada, assimetria, alteração da sensibilidade, secura ocular, lacrimejamento excessivo, ectropion (eversão da pálpebra), entrópio (inversão da pálpebra), visão dupla, perda da visão e, em casos extremos, até mesmo complicações fatais.

É crucial ressaltar que esses riscos podem ser reduzidos significativamente ao optar por um cirurgião altamente qualificado, realizar uma avaliação pré-operatória abrangente, contar com uma anestesia segura e adotar cuidados rigorosos no pós-operatório.

Agora, você possui uma compreensão maior sobre a blefaroplastia: como é feita, seus benefícios, tipos, duração, resultados, fases pré e pós-operatórias, custos e riscos. Sendo assim, está definitivamente preparado(a) para iniciar a busca por um cirurgião qualificado e prosseguir com a cirurgia plástica.




Você também vai gostar

Comente com o seu perfil do Facebook:

Sem Comentários

Comentários

TRAJE ESPORTE FINO FEMININO