9 maneiras de como contar para a sua mãe que você é lésbica - Fashion Trends
Comportamento

9 maneiras de como contar para a sua mãe que você é lésbica

12 de julho de 2023

como contar para a sua mãe que você é lésbica

Como contar para a sua mãe que você é lésbica: A menos que sua mãe seja a Ellen DeGeneres, a Ruby Rose, Cara Delevingne ou a Janelle Monáe (mãe não biológica, é claro), contar para ela que você é lésbica pode ser uma tarefa desafiadora. Primeiro, porque toda mãe sonha com genros, netos e casamentos tradicionais.

Segundo, porque a preocupação com sua segurança e bem-estar pode vir à tona, uma vez que a homofobia ainda persiste em nossa sociedade. Mas lembre-se, ninguém escolhe ser lésbica, mas ser homofóbico é uma questão de escolha.

Porém, é importante lembrar que cada situação familiar é única. Certifique-se de conhecer sua mãe e adaptar a abordagem de acordo com o relacionamento de vocês. O mais importante é que você se sinta apoiada e amada em sua jornada de autodescoberta.

10 maneiras de contar para sua mãe que você é lésbica

1. Procure contar para sua mãe quando estiver certa sobre sua orientação

pois é normal passar por fases de descoberta e experimentação (se você já passou dos 18 anos e ainda está em dúvida… hmmm, bem, talvez seja hora de refletir). Mas cada pessoa tem seu próprio tempo, o importante é ter um diálogo aberto e descobrir o que sua mãe pensa sobre o assunto. Afinal, as novelas e filmes geralmente retratam os gays de forma estereotipada, engraçada, afetada, venenosa ou com uma voz de quem inalou gás hélio. Se você não se encaixa nesse estereótipo, sua mãe pode ficar chocada e tentar te levar para a igreja, um psicólogo ou sugerir algo que não faça sentido para você.

Novamente, é importante lembrar que cada família é única, e é necessário adaptar essa abordagem de acordo com o relacionamento e a personalidade de sua mãe. O mais importante é que você se sinta apoiada e amada, independentemente de sua orientação sexual.

Veja também: Cinema, série e feminismo: o olhar feminino traz um toque libertador

2. Se você não quiser contar diretamente e preferir que sua mãe the pergunte, então comece a dar algumas dicas.

Mães geralmente têm um sétimo sentido, mas ainda não são telepatas. Às vezes, a melhor maneira de fazer isso é simplesmente parar de mentir. Por exemplo, não invente que está namorando com rapazes ou que seu programa favorito é assistir a partidas de futebol, caso não goste realmente dessas coisas. Seja autêntica e mostre quem você é de verdade!

A honestidade e a autenticidade são importantes quando se trata de compartilhar sua orientação sexual com sua mãe. Cada pessoa tem seu próprio jeito de revelar sua verdade, então adapte essas dicas à sua situação pessoal. O mais importante é que você se sinta confortável e confiante em ser quem você é.

3. Caso a sua mãe seja muito, muito brava…

Se você tem medo de contar para a sua mãe e ela te dar uns tabefes na cara, prefira as seguintes situações para contar a novidade: enquanto ela estiver tomando uma anestesia pré-cirúrgica ou se isso não for acontecer tão cedo, dê preferência para locais públicos, como parques, shoppings ou praias, caso precise correr ou pedir ajuda para se defender.

4. Nunca conte que você é gay enquanto a sua mãe estiver nas seguintes situações

Dirigindo o carro em alta velocidade, cortando alimentos com facas afiadas ou elétricas, descendo uma escadaria ou em situações que envolvam riscos, afinal, ela provavelmente levará um susto.

5. Se ela for dramática

Não se preocupe, toda mãe é, mas cada uma em diferentes graus, que podem ir de Almodóvar até novelas mexicanas), diga que você tem uma doença rara muito grave e por isso morrerá daqui menos de 20 dias. Quando ela estiver desesperada e aos prantos, faça a revelação: “Brincadeirinha, eu estou mais saudável do que nunca e sou apenas gay, vamos comemorar!“.

6. A leve para fazer compras e a deixe escolher tudo o que sempre quis

Insista que dinheiro não é o problema e que ela merece cada centavo gasto, o importante é ser feliz. Quando vocês duas chegarem no caixa, e a vendedora perguntar se você irá parcelar a compra, responda em voz alta: “Eu sou gay… por favor, pode passar tudo à vista, a minha mãe merece e tenho certeza que ela também quer me ver feliz”.

7. A sua mãe é brincalhona, de bem com a vida e adora ter histórias engraçadas para contar?

A leve ao supermercado e se “perca” dela sem querer entre os corredores. Se você também for cara-de-pau, peça para anunciarem no microfone: “Atenção Dona (o nome dela), a sua filha lésbica encontra-se no setor de frutas. Repito, ela encontra-se no setor de frutas“. Caso ela demore para aparecer, verifique se há notícias de alguma mulher desmaiada entre as gôndolas.

8. Chegue com um filme diferente em casa para vocês duas assistirem juntas, segue aqui algumas indicações:

Azul É a Cor Mais Quente, Flores Raras, Romance nas Entrelinhas, O Perfume da Memória, Desobediência, Retrato de uma Jovem em Chamas. Se você ainda precisar contar que é lésbica após todos estes filmes, verifique a pulsação da sua mãe, pode ser que ela esteja morta há alguns meses no sofá e você ainda não havia percebido.

9 – Na última das hipóteses, envie esta matéria para ela

E pergunte: “adivinhe o que eu tenho para te dizer?”

De qualquer maneira, escolha o momento que mais ficar agradável para você. Lembre-se de que o mais importante é fazer isso de uma maneira mais tranquila.




Você também vai gostar

Comente com o seu perfil do Facebook:

Sem Comentários

Comentários

TRAJE ESPORTE FINO FEMININO